Cara, eu odeio ser tímida, eu odeio não saber lidar com as coisas, e nem com os meus sentimentos. Odeio não saber explicar o que se passa comigo e não conseguir deixar claro o que eu sinto, o que eu sou, se é que sou alguma coisa.
Ah, droga